Skip to Main content Skip to Navigation
Journal articles

A Quarta parede do marxismo francês: Maio de 68 e a invenç~ao dos dispositivos intelectuais de engajamento [on line]

Résumé : A crise da representaç~ao política que marcou as mobilizaç~oes contestatórias na França dos anos 1960 e 1970 foi acompanhada pela invenç~ao de modalidades de aç~ao militante, em especial aquelas integradas à produç~ao cultural da primeira geraç~ao de intelectuais do pós-segunda guerra. A intensificaç~ao da crise afetou decisivamente o campo institucional do marxismo, conferindo um espaço privilegiado aos dispositivos intelectuais de engajamento soixante-huitards. Este artigo apresenta os resultados da pesquisa realizada junto aos arquivos de três desses dispositivos: o Groupe d'Information sur les Prisons (GIP), o Centre d'Études, de Recherches et de Formation Institutionnelles (CERFI) e a École Freudienne de Paris (EFP). Sob o crepúsculo do Partido Comunista Francês, trata-se da emergência de uma racionalidade crítica ao paradigma representacional, que passará a ocupar, de agora em diante, o imaginário político do marxismo antes hegemônico.
Document type :
Journal articles
Complete list of metadatas

https://hal-univ-paris10.archives-ouvertes.fr/hal-01638752
Contributor : Administrateur Hal Nanterre <>
Submitted on : Monday, November 20, 2017 - 11:12:25 AM
Last modification on : Tuesday, November 19, 2019 - 9:36:51 AM

Links full text

Identifiers

Citation

Nilton Ken Ota. A Quarta parede do marxismo francês: Maio de 68 e a invenç~ao dos dispositivos intelectuais de engajamento [on line]. DoisPontos, Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal de São Carlos, 2016, 13 (1), pp.53--72. ⟨10.5380/dp.v13i1.42941⟩. ⟨hal-01638752⟩

Share

Metrics

Record views

128